Home Resenhas Demos Demos 01
Demos 01
Ter, 03 de Janeiro de 2012 23:30

KAPPA CRUCIS – STEEL EGG

Trio composto nos anos 90 e formado por G.Fischer (v,gt) R. Tramontin (b/bv) e F. Dória (bat/v) primeiramente tocando composições de nomes do heavy rock / heavy metal setentista (principalmente) e oitentista, passando depois a compor material próprio.

 

Seu mais recente trabalho traz quatro excelentes composições próprias; vocais de início me lembraram um Johnny Winter mais agudo, mas ele é único, diferente e soa totalmente setentista; musicalmente os caras mandam muito bem mesclando heavy rock, rock n roll com muito pés e qualidade (mesmo!!). Uma das melhores bandas que ouvi nos últimos meses. Desejo-lhes muito sucesso (que um dia v. possam tocar em festivais europeus tipo Sweden Rock Fest e Arrow!!).

(Eduardo de Souza Bonadia)


STATIK MAJIK - REDEMPTION

Grupo de Stoner Metal carioca, formada em setembro de 2002, devido à insatisfação de seus integrantes com outros projetos musicais, resolveram formar uma banda que tivesse mais a ver com seus gostos musicais, ou seja, fazer um som inspirado nos anos 70 e 80, tendo bandas como Black Sabbath, Grand Funk, Led Zeppelin, The Who, Deep Purple, Candlemass, Trouble, Witchfinder General - dentre outras - como suas principais influências.

Até 2006, lançaram dois demos CDs e participaram de várias coletâneas, uma delas a “Brazilian Stoner Rock’n’Roll Vol. 1”, uma compilação virtual disponível para download no site oficial do grupo. Neste ano o grupo tem seu fim, mas membros remanescentes decidiram continuar com o trabalho que estava sendo desenvolvido. Hoje o Statik Majik conta com Rafael Tavares –(vocal), Marlon Guedes (guitarra), Renato França (baixo) e Luis Carlos (bateria).

“Redemption”, seu terceiro trabalho, é considerado um EP e foi lançado em abril de 2007. trazendo cinco músicas que mostram suas influências bem definidas. O álbum começa com a faixa título, uma pequena introdução instrumental para a música “Reality”, bases bem legais, bateria com destaque nos ritmos, “Damned”, um pouco mais cadenciada, “Nothing Left to Admire” com sonorizada lembrando o Trouble e “Dreadful Ecstasy”, com levada no estilo do Witchfinder General. A arte do disco também é bem feita mostrando a preocupação do grupo como um todo.

Banda para agradar a galera que curte o som setentista e oitentista, além dos fãs de metal que gostam de um som mais cru e pesada. Bom grupo que ainda pode mostrar mais coisas em um primeiro CD, de forma independente ou não..

(Bob Riot)


INCINERADOR – EXTERMINANDO OS CICLOS DA HIPOCRISIA

O grupo foi formado em 2004 na cidade de Porto Velho (RO) por Giovanni (vocal), Domingos (guitarra), Iagê (bateria) e Marconi (baixo). Tocar Death Metal com influência do Thrash oitentista, este é o intuito do grupo que compõe músicas com temas anti-religiosos, guerras e destruição.

O CD tem boa qualidade gráfica e a gravação do disco também não desaponta. Quando peguei o CD para ouvir me despertou a atenção pelas letras em português. Pois bem... Giovanni tem um vocal gutural que eu não consegui entender nada do que ele estava cantando, nem acompanhando a letra pelo encarte, pelo menos nas músicas “Agonizando na Noite Sangrenta” e “Mundo em Chamas”, em “Exterminando os Ciclos da Hipocrisia” eu já consegui entender alguma coisa, acompanhando a letra é claro.. Já em “Destruição Violenta” e “Atazanar, Repudiar e Odiar”, fiquei boiando de novo. Se for para não entender nada, é melhor cantar em inglês... infelizmente esta é uma característica do Death Metal que não é legal.

O som do Incinerador é agressivo, direto, típico do estilo, mas ainda sem um diferencial que possa sobressair, no meio de tantas outras boas bandas, que estão na cena há mais tempo e também não são tão conhecidas. Só o tempo e muito trabalho e dedicação poderão dizer o futuro do grupo.

(Bob Riot)


POWER VISION – POWER VISION

Um som que vai do Heavy Metal ao Power Metal Melódico. Esta é a proposta da banda paulista Power Vision, formada em fevereiro de 2004, com influências de grupos dos anos 80 como Gamma Ray, Helloween e Stryper.

A banda ficou afastada um ano e meio dos palcos, retornando em dezembro de 2006, com Priscila (vocal), Leandro (guitarra), Wellington (guitarra), Waldiney (baixo) e Alex (bateria). No Demo CD contam os nomes de Tom (guitarra e teclado) e Kiko (guitarra). O grupo é filiado ao CMF (Christian Metal Force) e espera conquistar não só o público de White Metal, mas também fãs de outras vertentes do Metal.

O trabalho desenvolvido pelo grupo, neste seu Demo CD, mostra que eles estão no caminho certo, dentro do que se propuseram. “Resurrection”, “Is Pain Is Our Gain”, “Celebration” e “Fire”, mostram o grupo bem entrosado, com composições bem feitas, Priscila tem um excelente trabalho vocal destacando-se no disco.

Como se trata de um CD de demonstração, não traz uma produção esmerada, obviamente por questões financeiras, como muitas bandas de heavy metal em inicio de carreira, principalmente as voltadas para os temas cristãos.

Se conseguirem uma produção melhor poderão mostrar melhor seu som e quem sabe terem destaque no cenário.

(Bob Riot)


SKULL AND BONES – DRESDEN

Grupo de Farroupilha (RS) formado por Carlos Fernando, aka Spartacus (vocal e guitarra), Marcel Cousseau (baixo) e Roger Sandro Garcia (guitarra). O grupo tem influências dos anos 70/80 do metal tradicional.

Seu compositor e letrista, Spartacus, começou a tocar nos anos 90 e a compor a partir de 2000, tendo mais de 30 anos. Os outros integrantes são jovens (18 anos) recrutados nas escolas de música e bandas de garagem.

Em seus shows, além das composições próprias tocam covers do Iron Maiden, Stratovarius, Metalica (velho), Helloween, Judas Priest e Black Sabbath. Falando deste que é seu primeiro registro em CD... infelizmente, sou obrigado a dizer, que faltou muito para ser considerado algo aceitável.

A inexperiência de seus músicos pode ter contribuído em muito para a baixa qualidade do material. Bateria, sem pé nem cabeça, toda atropelada (bom... não tem o nome de quem toca), guitarras com som estranho e solo sem criatividade, entre outras coisas. Galera! Tomem cuidado para não queimarem o filme logo de cara, pois se é um trabalho para mostrar o som do grupo, a fórmula pode estar errada.

O pior destaque foi para o massacre que fizeram na versão da famosa música celta, “Greensleeves”. Imperdoável. Espero que o próximo trabalho seja tratado de uma maneira diferente, pois este deve ser deixado de lado.

(Bob Riot)


Y.O.C. – COVERS 2003 - 2006

Fica difícil dar alguma informação quando não se tem quase nada a respeito da banda. Pesquisando na grande rede descobri que o vocalista Y.O.C. (Yalin Ongun Coskun) é originário da Turquia, e, não me lembro, de algum grupo de rock deste país. Isto por si só já é interessante. Segundo informações retiradas da internet o grupo é completado por Hakan (gt), Cedrik (b) e Caglar (bat).

Infelizmente, nas informações enviadas junto com o CD, não consta nada a não ser o nome das músicas e o primeiro nome dos caras que tocam nos diferentes covers. Fica aí uma pergunta. O que um artista, que pretende mostrar seu trabalho, espera, fazendo um CD de covers? Só se fosse um super vocalista (o que não é o caso) ou querendo vender shows de banda cover.

Sem muito o que acrescentar sobre os covers, do Iron Maiden (Flash Of The Blade, Children Of The Damned e Only The God Die Young), Megadeth (Symphony Of Destruction), Testament (Into The Pit), Slayer (Season in the Abyss) e Flotsam & Jetsam (Suffer The Masses). Falando da única composição própria chamada “Why?”, puxada para o lado hard/AOR mas que não chama atenção nem para a parte comercial.

Este trabalho realmente é uma incógnita.

(Bob Riot)


SAVANNAH - INVERSO REVERSO

Banda do Rio Grande do Sul, a muito tempo em atividade, que mostra evolução a cada trabalho, buscando de forma consistente seu espaço no mercado.

A banda, que leva nome de uma famosa atriz pornô que se suicidou, sempre seguiu a linha do hard rock, e nete Inverso Reverso não é diferente, porém notamos aqui que o som esta mais sujo e pesado, deixando de lado algumas vezes a veia principal, que sempre foi a característica da banda e se aventurando em outros caminhos do metal.

Se você conhece a banda garante que vai ficar ainda mais impressionado com as novidades incorporadas e se não é fã vale a pena uma ouvida pois as faixas são muito interessantes e mostram a grande competência da banda, que vem apoiada e um produção simples mas eficiente.

(Adriano Gandolfi)


CJ - I

Trabalho solo do guitarrista dos Réus anjos, que vem através desta demo, mostrar suas influências e técnica, sendo todo o trabalho exclusivamente instrumental focado em guitarras.

Há alguns pontos que poderiam gerar uma melhora no som, como por exemplo a qualidade sonora esta abaixo do padrão para este tipo de som, e isto compromete a audição.

Outro ponto são as composições, que não são ruins, mas não estão no nível para trabalho instrumental, que por mais que seja interessante precisa de mais punch para atingir o público que tem interesse neste tipo de som.

(Adriano Gandolfi)


REUS ANJOS - DEMONSSUPERCULTUNDERGROUND

A Banda foi formada em 1997,com o propósito de tocar composições próprias em Português. Os Réus Anjos tem uma discografia composta de 3 cd's demo: "Carros,Garotas, Diversão e Rock n' Roll", "Luzes, Câmera, Sexo...", e "Demons Super Cult Undergound", que estaremos comentando.

Ao ouvir o material fica a pergunta de por que ainda não conseguiu lançar o seu primeiro álbum, já que todos seus trabalhos são ícones de sucesso, bom tem coisa que não dá para entender mesmo. Formado por CJ (vocal, guitarra e percussão) e Luciano Detonator (baixo), mostram um hard rock, com muita qualidade.

Fica visível o caldeirão de influências da banda, que vão de Dr. Sin, Van Halen, Dokken, Pink Cream 69, Whitesnake, Mötley Crüe, The Cult, entre outros. Só pela qualidade dos músicos e pela persistência merecem um voto de credibilidade, mesmo por que para quem gosta de Hard este é um bom material. Confira.

(Adriano Gandolfi)


TEMPLARIUS - BEYOND THE LEGEND

A Bahia vem apresentando ótimos expoentes de todos os estilos do Metal com diversas bandas e músicos de qualidade e um nível de profissionalismo bastante elevado.

Formada em 1999, lançou há alguns meses seu primeiro EP, com a primeira tiragem já esgotada. Praticando um Metal Melódico, a Templarius vai render bons frutos, uma vez que aqui eles mostram composições bem elaboradas e uma boa pegada.

“Fight For Life”, é aquela típica música veloz, que mostra técnica e principalmente feeling, o refrão é de fácil assimilação. A faixa “Templarius”também é um ponto forte possuindo boas melodias que farão os ouvintes se apegarem fácil a ela. Como uma das principais influências do quinteto temos o Iron Maiden, mas que tem personalidade e estilo próprio.

O trabalho é apresentado de forma bem profissional, desde o material gráfico até a gravação, realizada no conceituado Vértice Estúdio com o renomado produtor Jera Cravo (Malefactor, Veuliah, Slow). Com certeza o Templarius é candidato a se tornar um dos maiores nomes do Metal Melódico brasileiro.

(Adriano Gandolfi)


THORN - THE FINAL SOLUTION

Este é o primeiro EP da banda, intitulado The Final Solution e mostram que estão com muita energia pra gastar. O som da banda é uma mescla entre o Heavy Tradicional e o Metal Melódico.

O EP apresenta 4 músicas bem trabalhadas e interessantes. "Cross Of Iron", possui várias mudanças em sua levada, um refrão empolgante e bem Melódico e um trabalho de guitarra muito legal utilizando-se do efeito "wah-wah", esta talvez seja o grande destaque da demo.

"Access Denied" que possui uma introdução bem pesada , ”The Flame" é mais cadenciada e para finalizar, Thoughtcrime, que mantem a postura da banda com algumas novas apostas, aqui temos harmônicos bem legais. A produção também é ponto de destaque, bem elaborada e com uma boa definição.

As composições estão bem estruturadas e possuem muito ‘punch’, o que faz com que não pareçam datadas. Grandes guitarras, contrabaixo galopante, bateria precisa e um vocalista que, mesmo não tendo grande alcance, sabe trabalhar muito bem com os recursos de sua voz. O resultado é muito bom mesmo, simples assim. O Thorn pode se tornar o novo ícone do Heavy Metal Melódico nacional, se continuar nesta linha.

(Adriano Gandolfi)


AUTERE – HAVOC MONOLOGY

Este é mais um CD promo deste grupo finlandês de Death Metal melódico. Seu primeiro CD promo data de 2004 e apesar de já estarem na estrada faz algum tempo, não conseguiram lançar ainda um CD completo.

Jussi Kaumi (guitarra), Tatu Turunen (bateria), Markus Virtanen (baixo), Jemmy Kaumi (vocal) e Petri Huhtala (guitarra) mostram a energia de som em três faixas, “Consume”, “Prove Me” e “Perdition”. O promo ainda tem um clipe da música “Consume” e comprido making off com zueiras do pessoal, tipo filme reality show, bebendo, dormindo, tocando e gravando.

O som do grupo tem um baita peso, riffs e harmonia nas guitarras, vocal gutural que dispensa comentários e batera massacrante. Nestas horas eu imagino se não vai aparecer algo novo no death metal... um número muito grande de bandas e pouco diferencial entre elas. Será que é hora de rever os conceitos?!

Mesmo assim, é o que o fã do estilo gosta, confira as músicas no site oficial do grupo.

(Bob Riot)


BREAKDOWN – DEMO PROMO 2006

O Breakdown foi montado em 1998, com o objetivo de fazer um Thrash metal mais agressivo, influenciado por Death, Kreator, Dismember, etc.

Lançou a 1º Demo intitulada “Disgrace” em maio de 2000, e desde então tem feitos shows no circuito São Paulo-Interior. Após dois anos, lançou a demo ao vivo Live After Thrash de 2002, somente com gravações ao vivo e uma música inédita.

Entre 2003 e 2005 fica inativa, voltando às atividades assina com o selo Unsilent Records para o lançamento do debut: Time to Kill em 2007. Atual formação: Léo (g/v), Leandro (bat) e Danilo (b) Este CD Demo/promo mostra músicas do futuro álbum e gravações de músicas demo e ao vivo.

A qualidade das músicas promocionais boas enquanto as outras ficaram muito abafadas. O thrash do Breakdown é nervoso, energético, daqueles pra quebrar o pescoço.

Isto é só uma pequena amostra do vem no disco, “Misantrophic World” e “Mutant Personality”.

(Bob Riot)


SOUL HUNTER – HEAVENLY FIRE (EP)

Grupo de metal cristão formado em 1999 em Criciúma/SC, com influências do heavy metal dos anos 80, prog e e power metal. Depois do lançamento de seu demo CD intitulado “Still Believe” em 2002 e a saída de alguns membros devido a divergências musicais, a banda ficou estagnada, voltando à ativa depois de quatro anos.

“Heavenly Fire” foi lançado em 2006 para mostrar o amadurecimento do grupo em suas composições e sua técnica.

O EP trás cinco boas músicas mostrando energia, peso, e harmonia, “Heavenly Fire”, “Still Believe”, “Beyond the Dark Cloud”, “Ridding the Holy Winds” e “Sky of Bronze”.

Soul Hunter: Joceli Cabral (v), Junior Bussolo (g), Gilberto Egea (g), Marcos Coelho (b) e Caio Querino (bat).

Que o grupo não fique mais quatro anos afastado depois deste disco e que prossiga com o bom trabalho.

(Bob Riot)


KERIX – NEW LAND

Mais uma banda de metal cristão a se juntar ao largo grupo do genero. O grupo tem um estilo Gótic Metal Sinfônico com letras que falam do que Deus fez em nossas vidas e que graças a ele nos enviou Jesus Cristo para que todos nossos pecados fossem perdoados.

Formação: Priscila Silva (Mezzo Soprano); Leia Oliveira (Soprano); Juliano Patrício (Guitarra); Marcelo Maximo (Baixo); Alex Souza (Teclado); David Geisel (Bateria).

Músicas: When I Accept e New Land. Não há como não comparar com o Nightwish... Infelizmente para uns e felizmente para outros... Na minha opinião os grupos brasileiros tem competência para criar coisas inovadoras, mas esbarram nas influências que acabam deixando na mesmice do existente atrapalharem o processo de criação e quando caem por exemplo em alguma gravadora/produtor não conseguem ir para a frente.

Vou bater na mesma tecla... se é para ter uma influência tão distinta que pelo menos cante em português. Ninguém teve coragem de fazer isto.

(Bob Riot)


SOULFISHER – FAITH BUILT ON HARD ROCK

Primeiramente... um bonito nome... Pescador de almas. Como qualquer demo CD trás bons e maus adjetivos.

Músicas: Burn e Inside The Mirror. Formação TCJ (vocais), Cezimar (guitarra), Wagner (baixo) e Fábio (bateria).

Metal simples, sem muito aparato, indo do melódico para o doom, melodias simples sem ter aquele impacto capaz de chapar a cabeça (no bom sentido...) dos ouvintes.

Rock cru, que, por duas músicas fica difícil de vislumbrar algo mais concreto. Um maior amadurecimento nas composições, nem que seja para o lado mais técnico ou para o mais agressivo talvez dê algum resultado. No mais... nada de significativo eu posso acrescentar.

(Bob Riot)


LORD HAUNTED – BANG’ EM TILL BLEED THE BONE

Banda de São Vicente, litoral de São Paulo, formada por Roger M (g), Ferrero Barbosa (bat), Marcos Fazzio (v) e Henry (b). Este Demo CD foi lançado auxiliar na divulgação do seu primeiro álbum com o nome prévio de “Redeemer”.

O grupo não possui um release oficial impresso, segundo Marcos Fazzio a melhor divulgação é o som da banda, por isto vamos ao som propriamente dito. O “Lord Haunted” antes estava divulgando seu trabalho através de um EP de covers chamado Heavy Induction com músicas de Exciter, Running Wild, Manilla Road e King Diamond mostrando claramente suas influências de heavy metal oitentista.

Este demo inclui outro cover do Manilla Road, “Dig Me No Grave”, além de quatro composições próprias, que chegam a lembrar antigos trabalhos do Mercyfull Fate, pelo som trabalhado e pela e extensão vocal de Marcos parecida com King Diamond.

“Divine Imperfection”, “Aphelion”, “Geld Yourself” e “Better By The Bullet” mostram muito bem o bom trabalho do grupo, inclusive a parte gráfica do Demo com as letras das músicas mostra que o grupo se importa com a qualidade de um modo geral.

(Bob Riot)


ABOMYDOGS – ABOMYDOGS

Powertrio de Santos, litoral de São Paulo, composto por Fazzio (Guitarra e voz), Ferramenta (Bateria e voz) e Milone (Baixo), o grupo, tenta resgatar o caminho da criatividade perdida em até a década de 90, onde tudo era feito até então, com muita alma e originalidade, mas, sem a intenção de fazer algo saudosista ou nostálgico, e sim, inovador, forte e sincero. A banda busca uma sonoridade original e ousada, no sentido de resgatar o significado da palavra Rock, que anda perdida no confuso cenário atual.

O Abomydogs lembra muito o som do Motorhead, pique de rock’n’roll, guitarras com riff e peso de metal, a voz também tem aquela pitada de Lemmy, mas influência não significa cópia. Um heavy oitentista revitalizado mostrando que os anos 80 deixaram muitas marcas na estrada do rock.

Músicas do Demo CD, “Death Machine”, “R.I.P.”, “Abomydogs” e “Accept The Risk”, mostram que o grupo está no caminho certo com sua proposta musical e o grupo estará em estúdio para gravar mais três músicas, “Seeds of Hate”, “Blood by Blood” e” Earthquake”. Todas as músicas estão disponíveis para download no site do grupo.

(Bob Riot)


SOTURNUS – SOLITUDE

Banda fundada em João Pessoa (PB) em janeiro de 2000. Como toda a banda passaram por algumas mudanças até a formação atual com Aline Basso (v), Rafael Basso (v/gt), Márcio Quirino (gt), Jorj Monte (tc), Guilherme Augusto (b) e Eduardo Vieira (bat).

Este demo é uma preliminar para o primeiro álbum do grupo que estava previsto para ser lançado este ano. As músicas “Cry of Dawn” e “Solitude Chant” farão parte também do futuro álbum.

Como o próprio grupo comenta em seu release o seu som é denso e intenso, que são comuns do gothic metal, portanto, como eles também comentam, sem um som inovador nem comum.

Conseguiram colocar bem a descrição do grupo em seu release. Um grupo bom mas que parece estar faltando alguma coisa.

(Bob Riot)


NOSTRADAMUS0014 – SYSTEM OVERSIZE CRASHED (PREVIEW)

Banda francesa de metalcore, o grupo trás uma proposta diferente com som muito agressivo que reúne uma mescla de sonoridades que vão do jazz ao hardcore tudo no extremo da agressividade. Guitarras pesadas, vocais esguelados, e ritmos muito quebrados.

Para quem é afeito a estas qualidades gostará muito do som do grupo. O disco trás três músicas, “Under My Dependance”, “Vanity Case” e “Mystic Monk” em uma versão editada para a demo.

Particularmente, achei agressivo demais. Essa energia poderia ser melhor canalizada para o lado mais pesado. Às vezes um riffs mais pesado ou uma base mais rítmica poderiam trazer mais resultados. Uma outra coisa que não ficou legal foi o design do demo, as letras com o release da banda estão numa tonalidade de cor que dificulta muito a leitura. Para alguém que quer mostrar seu trabalho parecem que querem esconder sobre si mesmos e sobre seu som. No mais, como eu disse, se querem metal extremo... eis aqui algo para saciar a sede.

(Bob Riot)


JUGGERNAUT – JUGGERNAUT

Grupo de Thrash/Death Metal que começou suas atividades em 2004 em Blumenau/SC, com Célio Jr (gt) e Daniel Justen (b/v). Depois de várias mudanças na formação lançam este demo em 2005 com Edison Roberto na bateria. A formação atual conta com Fabrício (g) e Carlos Lana (bat).

O nome me chamou a atenção pois é o terceiro Juggernaut que conheço (tem mais dois gringos).

Influenciados por Destruction, Kreator, Death e Sadus o grupo mostra que aprenderam bem com os ídolos. A banda mostra boa desenvoltura nas músicas, trazendo riffs potentes e ritmos rápidos como se espera de um grupo de thrash/death.

O demo conta com as músicas “Holy Lie”, “Anytime It Will Be Over” e “A Question To Be Aswered” e em 2006 lançaram seu full álbum intitulado “Lines Of The Edge”.

A banda pretende continuar divulgando seu trabalho aqui e no exterior e criando novas composições. Grupo que merece respeito, infelizmente escolheram um nome que no futuro pode lhes dar dor de cabeça porque os gringos são cheios deste negócio de plágio e coisa e tal, acredito somente em coincidência já que os outros grupos gringos não são tão conhecidos.

(Bob Riot)


HAVEN – WELCOME

Do Rio de Janeiro surge o Haven. O som do grupo é uma mistura de heavy tradicional, hard rock, metal melódico e thrash metal tentando assim criar sua própria sonoridade.

O grupo nasceu em 2001 com os guitarristas, João Telles e André Sigaud, e depois de várias mudanças conta atualmente com Felipe Alves na bateria e Augusto Manso no baixo, Telles também é responsável pelos vocais.

Tá aí uma banda que realmente me surpreendeu colocando-os como uns dos melhores que ouvi ultimamente. Metal simples, direto, sem frescurinhas e com ingredientes para empolgar os fãs do estilo, refrãos e riffs marcantes que captam a atenção do ouvinte. Telles tem uma voz muito legal que oscila entre o rasgado e o melódico com muita competência.

Infelizmente são somente quatro faixas mas de igual qualidade, “Haven”, “My Own Sacrifice”, “Afterlife” e “The Old Man and the Sea” que contêm uma faixa escondida, fazem-nos querer logo o CD completo e vislumbrando um grande futuro para o grupo.

(Bob Riot)


THROLL – ELEMENTAL DEMOS

Banda de Belo Horizonte (MG) idealizada por Fred Stefani que também é responsável pela parte artistica em geral. Os arranjos e letras são de autoria do grupo e as influências do grupo vão do thrash, punk, heavy e clássico, como Bach e Mozart.

Quatro músicas estão gravadas nesta demo, “Funny Chaos”, “Inside Of The Real”, “Obey Of The Real” e “Last Fly Of Fantasy”. Em certos momentos da demo recordei do Watchtower, por algumas quebradas nas músicas, outros momentos lembrei do Raven por um ou outro timbre vocal.

Achei a gravação do som do baixo ruim e em certas ocasiões embolando a música, tudo normal porque não é um CD com grandes recur$os (o cifrão é de propósito para quem não entendeu a brincadeira).

Além de Stefani no baixo a banda conta com Rodrigo Silva (vocal), Marcus Costa (guitarra), Mario Pace (guitarra) e Jampa Silva (bateria). Um som diferente que pode ser constatado no endereço do grupo no MySpace.

(Bob Riot)


HEAVY AND LOUD – HEAVY AND LOUD

Já fazia tempo que eu não ouvia uma banda francesa. O Heavy And Loud não tem a originalidade de um Trust mas agreaga algumas coisa bem legais para o nosso atual mundo globalizado.

Os caras já caíram para a língua inglesa o que para a maioria dos franceses é um ultraje e por isto já dou um bônus para o grupo. A sonoridade está entre o hard e o heavy metal clássico.

O disco começa com a música “Heavy And Loud” com uma harmonia de guitarra tirada dos ensinamentos do Iron Maiden e nos restantes das outras oito faixas uma mescla de Deep Purple e Whitesnake, afinal, estes jovens senhores tem uma média de 40 anos de idade e cresceram ouvindo estes grupos.

No site do grupo existem alguns vídeos que podem ser baixados, o mais engraçado é um em que eles estão tocando embaixo de uma tenda de uma rua de Thionville, as pessoas passam como se não tivesse ninguém tocando.

Triste mas engraçado, você pode baixar 4 músicas deste CD demo no site da banda. Uma banda que não tem nada de novo mas também não é de se jogar no lixo.

(Bob Riot)


SELVAGERIA – METAL INVASOR

Formada em 2005 a banda speed/thrash metal assina suas músicas em português com sonoridade dos anos 80. Vitão (b), César Capi (g), Gustavo (v) e Felipe Ruiz mostram todas as suas influências nas cinco composições deste CD.

Parece uma viagem ao auge do movimento heavy metal em português, todos os elementos que eram usados na época pelos grupos nacionais podem ser observados nas músicas do Selvageria. Realmente está acontecendo um re-valorização das composições em nossa língua pátria, mas espero que isto não faça os grupos se tornarem muito parecidos com o tempo.

O Selvageria aparece como uma boa banda que pode trazer frutos que tem que procurar achar seu espaço e com certeza ainda tem muito pra batalhar.

(Bob Riot)


PÚRPURA – UNDEAD

Mais uma banda oriunda do Rio Grande do Sul formada em 2003 que faz um heavy metal com influências do Gothic e Doom, com Claiton (bat), Cristiano (gt / v), Leandro (b) e Régis (gt) na formação do grupo neste CD.

O Rio Grande tem revelado várias bandas e o Púrpura é mais uma delas que está tentando mostrar seu trabalho.

O som do grupo pega essências musicais conforme a influência do grupo o que não deixa de ser interessante.

Riffs típicos dos grupos de Doom Metal com algumas harmonias de guitarra clássicas, não chega a impressionar mas parece um trabalho honesto com determinação dos seus componentes.

Música para exemplificar: I Don’t Need Of Mirrors e Undead.

(Bob Riot)


CRUSCIFIRE – SICK WORLD

Banda formada no final de 2003, na cidade de Atibaia/SP, com Victor Angelotti (gt/v), Caio Angelotti (gt), Realdo Chiaparini (b) e Ricardo Cari (bat).

Esta banda influenciada por grupos como Slayer, Cannibal Corpse, Dismember e Kreator, faz um metal extremo de muita competência, com uma sonoridade muito agressiva.

Para os muitos fãs do estilo é um prato feito e logo estará figurando ao lado de nomes já conhecidos do cenário underground como Claustrofobia e Andralls.

O grupo está preparando material para seu debut álbum e pelo jeito veio para querer ficar.

(Bob Riot)


CRYSTALLION – KNIGHTS OF THE APOCALYPSE:...NEMESIS

CD de demonstração desta banda alemã formada em 2003 pelo baixista Stefan Gimpl e o baterista Martin Herzinger, sendo completada mais tarde por Patrick Juhasz (gt), Thomas Strübler (v), Manfred G. Stief (gt) e Manuel Schallinger (tc).

O grupo faz um metal melódico interessante, misturando alguns cliches conhecidos como duelos de guitarra e teclado, algumas pitadas de harmonias épicas tipo Manowar, e riffs conhecidos do metal melódico.

O vocal apesar de algumas harmonias manjadas tem um timbre de voz diferente e que deixa o grupo com uma cara própria. Como muitas bandas alemãs, o Crystallion faz seu som com qualidade e pode estar entre as bandas mais conhecidas de lá em pouco tempo.

É esperar e conferir pois estão preparando o primeiro album.

(Bob Riot)


DELOHIM – THE CHOICE IS YOURS

Banda de metal melódico influenciada por grupos como Balance of Power, Helloween, Narnia e Avantasia formada em 1998 na cidade de Taubaté/SP pelos irmãos Thiago e Vitor Lopes, guitarrista e baterista respectivamente, sendo completada por Lean Ranna (v), e Tybes Bertini (b).

O intuito da banda é passar mensagens positivas para que as pessoas retirem a visão negativa da fé cristã e possam estar conhecendo o cristianismo, além de diversão musical. Nobre missão para os dias atuais.

O dElohim é um grupo com músicos competentes, arranjos bem feitos, e mensagens positivas que com certeza agradará os fãs do metal melódico. Músicas: Don’t Forget Me, The Choice Is Yours, The Power Of Love, Lord’s Day e Sound Of Storm.

(Bob Riot)

Site: www.delohim.cjb.net
E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 


Fornecido por Joomla!. Designed by: Mobile Template  Valid XHTML and CSS.